2 julho, 2007

Que fim levou a infância?

Posted in antroposofia, criança às 9:34 pm por Marcelo Guerra

children_dancing.jpg


Ser criança significa viver uma forma especial de vida. Uma pessoa pode, como um adulto sábio, deixar a criança que há dentro de si continuar a manifestar-se. Isso é algo que nunca se esgota. Descobrimos que, se o adulto esquece a criança que existe dentro dele, ele deixa de ser humano. Ele perde o seu centro humano. O que a nossa cultura realmente precisa é de resgate dos valores infantis. Se olharmos a fundo para essa questão, perceberemos que aquilo que faz os adultos sofrerem nos tempos modernos, deve-se à falta de infância, de qualidade infantil dentro da sociedade. (…)

Uma das características infantis é a enorme confiança que a criança tem nas outras pessoas e no mundo. Uma segunda característica é que as crianças são completamente abertas. Até que comecem a dizer “eu” referindo-se a si próprios – o que ocorre entre dois anos e meio e quatro anos – elas são incapazes de mentir, são absolutamente honestas. Mesmo mais tarde, costumam dizer sempre a verdade, tanto que existe um provérbio alemão que diz que a boca da criança diz sempre a verdade.(…)

Outra situação típica de todas as crianças é que, quando são pequenas, têm uma capacidade absoluta de perdoar. Uma pessoa pode ser tão má quanto queira, com ela, mas no momento em que essa pessoa sorri novamente e dá de novo comida a criança esquece-se do acontecido, fica novamente contente com aquela pessoa, e perdoa. Esse comportamento costuma ocorrer até a idade de oito ou nove anos, quando esse período sagrado da infância realmente se acaba.(…)

As crianças treinam a liberdade. Se lhes damos espaço, elas sempre agem de maneira absolutamente livre, a partir de si mesmas. Com sua qualidade de abertura, elas são extremamente habilidosas em ser plenas de admiração e devoção. Tem seus momentos de silêncio em que realmente sentam, observam e admiram. Adoram brincar, mas o que significa para elas o brincar? Elas têm prazer em brincar, mas para elas brincar significa trabalhar seriamente.(…)

Se nós adultos, amássemos nosso trabalho, aquilo que fazemos como se fosse uma brincadeira, de modo que a cada dia pudéssemos executá-lo com mais intensidade e seriedade, sabendo melhor para que serve e quem iria empregar o fruto do nosso trabalho, com a identificação típica de uma criança, nossa vida social seria, com certeza, muito diferente, Teríamos quase que o céu na terra.

As crianças nunca perguntam antes de começar a brincar seriamente: ‘quanto é que eu vou ganhar com isso? Nós adultos, só aceitamos trabalhar se soubermos que seremos pagos, e não apenas por gostarmos do mundo e querermos contribuir para ele. Nós perdemos nossa infância ao perdermos esse idealismo, ao nos tornarmos menos e menos honestos.

Publicado no Informativo da SBMA Sociedade Brasileira de Médicos Antroposóficos

Escola Waldorf “João Guimarães Rosa”

Anúncios

3 Comentários »

  1. elisabetecunha said,

    Sábias crianças!
    Tenho medo que a sociedade consumista estrague isso!
    transformando crianças em mini adultos.
    beijo

  2. Carol said,

    Crianças portadoras da nossa felicidade , maravilhosas e sábias como nenhum outro ser humano.
    Por isso , que desejo me dedicar a ajudá-las sendo pediatra!
    Tomara que o mundo capitalista e consumista , nunca consiga mudar seus pensamentos.
    Crianças de todo o mundo, continuem sendo o que vocês realmente são, não liguem para o que a televisão fala, e sim para o que o coraçãozinho de vocês diz!
    Amo vocês.
    Tudo de bom!
    Esperança no coração de cada cidadão mundial, para que a criança interior nunca morra!
    Beijinhos carinhosos
    Carol

  3. […] Imagem retirada daqui. […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: